População jovem pagará mais por utilização de planos de saúde

argaiv1995

O diretor-presidente da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), Maurício Ceschin, informou no dia 09/11/10 que pretende inverter os valores dos planos de saúde, reduzindo a mensalidade dos idosos, que utilizam os serviços frequentemente, e aumentando para os mais jovens, minorias nos consultórios.

Se atualmente um jovem de 20 anos paga por mês cerca de R$ 300 pelo seu plano, para um senhor de 65 anos, o valor chegar a ultrapassar os R$ 600. Em todo o país, são mais de 44 milhões de beneficiários dos planos de saúde. Somente em Araçatuba, pelo menos 70 mil pessoas possuem planos.
Dentro de um prazo de dois anos, o cálculo deverá ser feito de forma diferente. Os jovens terão que pagar um valor maior pelo plano de saúde para que, quando alcançarem mais de 60 anos, ele caia gradativamente.

A idéia é baseada no aumento da população idosa, que deverá triplicar nos próximos 40 anos, implicando em mais custos para o sistema de saúde. Em 2006, segundo dados da ANS, eram 500 milhões de pessoas com mais de 65 anos no mundo. Já em 2030, o número aumentará para 1 bilhão. 
"Estamos estudando formas que já existem, de um misto de capitalização e mutualismo, de tal forma que o indivíduo jovem vai pagando uma pequena parte de capitalização e quando chegar numa fase mais avançada de idade, o preço da mensalidade seja menor, não tendo assim impacto no orçamento quando os ganhos são inferiores", explicou Ceschin. "É um modelo diferente que tem como objetivo favorecer o grupo de idade mais avançada." 

Ceschin divulgou um dos propósitos incluído na agenda regulatória da ANS, na palestra de abertura do 6º Curso de Jornalismo em Saúde, do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O tema abordado por Ceschin e pelo presidente do hospital, Claudio Luiz Lottenber, foi "Os desafios do sistema de saúde com o envelhecimento da população brasileira".

Fonte: Folha da Região

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar